Academia Americana de Pediatria recomenda que pais leiam para crianças de 0 a 3 anos

Hábito fortalece habilidades de linguagem, prepara a criança para a alfabetização e estreita vínculo com pais e filhos, afirma entidade

Tem gente que – pasme – acha que ler para bebês é perda de tempo. Tem gente também que não tem muita paciência de ler para as crianças pequenas. “Elas não entendem nada”, dizem. Você já ouviu isso? Pois a nova recomendação da Academia Americana de Pediatria (AAP, em inglês) vem para derrubar essas teorias. Divulgada na semana passada, a declaração da AAP destaca – pela primeira vez – que os pediatras devem, além de dar orientações sobre amamentação, alimentação e questões de higiene, incentivar os pais a lerem para crianças de 0 a 3 anos.

O hábito, diz a associação, fortalece habilidades de linguagem, prepara a criança para a alfabetização e estreita o vínculo entre pais e filhos. “Ler histórias com regularidade para crianças pequenas desde o seu nascimento estimula de forma ótima seu cérebro e reforça a relação com os pais em um momento crucial de seu desenvolvimento. Em contrapartida, as crianças desenvolvem a linguagem, o aprendizado da leitura e adquirem capacidades socioemocionais para o resto de suas vidas”, afirma o comunicado.

O médico Perri Klass, um dos profissionais que assinam a declaração, orienta os pais a escolherem livros adequados e fazer da leitura um momento de diversão. A ideia é estimular pais e mães a lerem em voz alta e mostrar as ilustrações dos livros. “Um pai não deve ler uma longa história para um bebê ou uma criança muito pequena e esperar que ela escute com atenção.” É preciso estar atento para o tipo de livro escolhido: crianças menores de 2 anos não conseguem se concentrar por um longo período de tempo.

“Os livros são uma ferramenta útil”, disse Klass. “Mas nós também queremos que os pais compreendam que ler para seus filhos é poderoso, porque, para as crianças, seus pais são as pessoas mais importantes do mundo.”

A AAP destaca alguns dos aspectos da leitura para crianças pequenas. Mas há outros. O contato com o livro infantil também abre as portas para a arte – afinal, os bons livros são feitos de histórias e ilustrações que emocionam. As crianças percebem na voz e no aconchego a importância que quem lê dá ao momento. Ler é sim um ato de amor: necessita de tempo e de entrega, mesmo que por um curto espaço de tempo.

0 comentários:

Postar um comentário