, , ,

Resenha do Livro - O Monge e o Executivo



James C. Hunter é consultor-chefe da empresa J.D. Hunter Associates, LLC, uma empresa estadunidense de consultoria de relações de trabalho e treinamento fundada em 1985. Hunter, além de consultor, tornou-se também instrutor e palestrante na área de liderança funcional e organização de grupos comunitários.

James C. Hunter conta a história de Jonh, gerente geral de uma grande indústria de vidro plano, casado há 18 anos com Rachel, pai do Jonh Jr e da Sarah. Ele passava por um momento de instabilidade no trabalho e insatisfação de sua esposa com o casamento. Jonh se sentia preocupado, melancólico e retraído mesmo tendo uma vida aparentemente muito boa, com 2 carros novos na garagem, uma casa no Lago Erie, uma poupança respeitável e tirando férias duas vezes por ano.

Preocupada, Rachel pede orientação ao pastor da igreja que frequentavam e ele lhes indica o Mosteiro da Ordem de São Bento. Jonh não teve nenhum interesse em seguir o conselho de ir para um mosteiro. Mas seu interesse cresce ao saber que Leonard Hoofman, um ex-executivo de uma das maiores empresas dos estados unidos, era frade naquele local.

Jonh, apesar de um pouco relutante decide passar uns dias no mosteiro. E neste ambiente é que ele vai aprender os princípios mais valiosos de sua vida.

Conceitos como liderança x poder, diferença entre autoridade e influência, como abandonar velhos paradigmas e escolher fazer o que é certo são abordagens desta obra.

Livro indicado para todos aqueles que exercem ou querem exercer algum papel de liderança e para aqueles que querem se relacionar de uma forma positiva com os outros ao seu redor.

“Servir aos outros nos livra das algemas do ego e da concentração em nós mesmos que destroem a alegria de viver.”

Título: O monge e o Executivo: uma história sobre a essência da liderança
Autor: James C. Hunter
Editora: Sextante
Número de páginas: 127

Resenha escrita por Elen Ximenes
Participante desde 2012

0 comentários:

Postar um comentário