, , ,

Resenha do livro - Cristianismo Puro e Simples



Clive Staples Lewis, (C.S. Lewis) foi um autor e escritor irlandês, conhecido por seu trabalho sobre literatura medieval, palestras, e escritos cristãos. Mais conhecido pela serie de livros "As crônicas de Nárnia".

Cristianismo Puro e Simples é um livro de C. S. Lewis, adaptado de uma série de conversas de rádio levadas ao ar pela BBC entre 1941 e 1944, durante a II Guerra Mundial.

A obra expõe os fundamentos sobre a vida Cristã, exaltando a moralidade como o maior exemplo de que os seres humanos foram criados por um Ser Superior. A mensagem da fé cristã é simples, mas não simplista. O mundo é complexo, e a fé se aplica a toda a sua complexidade.

Para Lewis existem três virtudes teológicas: a humildade, a fé e a esperança. Ele também discorre sobre o pior pecado: o orgulho, característica que deu origem ao mal.

No livro é discorrido sobre a natureza de Jesus. Jesus Cristo não foi apenas um grande líder, e sim o próprio Filho de Deus, da mesma natureza divina. Não haverá mudança em nossas vidas se o reconhecermos apenas como um grande líder. Os verdadeiros seguidores de Cristo devem buscar ser tal como Ele: humilde, bondoso, amável, puro de coração.

A perfeição na vida cristã é abordada de forma a incentivar as pessoas a buscar sempre a santidade, a fazer o bem às pessoas mesmo quando o seu desejo é de fazer o mal. E acima de tudo pedir tais virtudes à Deus, pois se desenvolvemos algo bom é por que Ele habita em nós.


"Tudo o que não é eterno, é eternamente inútil".


Título: Cristianismo Puro e Simples
Autor: C. S. Lewis
Editora: Wmf Martins Fontes
Páginas: 328
Edição: 2009

Resenha escrita por Elen Ximenes
Participante desde 2012

0 comentários:

Postar um comentário