Resenha do Livro - Decepcionado com Deus



Philip Yancey é um jornalista e escritor cristão norte americano, ele escreve sobre diversos temas que norteiam a alma humana.
Nesta obra Philip traz à tona o problema do sofrimento humano e se propõe a discutir (à luz da Bíblia) este assunto que muitos preferem evitar. A motivação do jornalista para escrever esta obra é descrita no início do livro. Philip teve contato com Richard, um jovem estudante de teologia que estava escrevendo um livro sobre a história de Jó. Ele foi solicitado para auxiliar o estudante nesta tarefa. Porém quando o livro já está pronto, na gráfica, Richard encontra com Philip e diz não acreditar em mais nada que escreveu e que toda sua fé e entusiasmo haviam desaparecido. A partir dessa história de descrença, Philip escreve o livro “Decepcionado com Deus”.
A discussão do tema gira em torno de três perguntas: Deus é injusto? Deus está calado? Deus está escondido? Se você já fez alguma dessas perguntas mesmo que no silêncio do seu ser, você precisa ler esse livro. O autor utiliza exemplos de personagens bíblicos e de pessoas que ele mesmo conheceu que em algum momento da vida ficaram decepcionados com Deus.
Quando estamos em meio a problemas e só recebemos o silêncio de Deus somos impulsionados a perguntar por que ele se esconde, por que se mantém calado frente ao sofrimento humano mesmo sendo um Deus de amor... E quanto a essas indagações o autor conduz o leitor a tentar entender como é ser Deus. Assim começa uma abordagem bíblica de como era o Pai, como Ele manifestava e como foi descrito no antigo testamento. Depois escreve sobre Jesus, qual foi sua função aqui na Terra e como se relacionava com os humanos. Finalizando descreve o papel do Espírito Santo relacionando com os fatos bíblicos a partir do Pentecostes.
O que mais gostei do livro é que o escritor não ousa determinar uma resposta, também não se utiliza de clichês que não satisfazem a alma humana. Apenas apresenta e discute fatos que fazem você chegar à sua própria conclusão.
Por fim, Philip Yancey fala sobre o papel da dor na formação do caráter e da restauração da relação entre Criador e criatura. Ele vai contra a dita “teologia da prosperidade”, pois a Bíblia nunca disse que só por sermos cristãos nossa vida seria um mar de rosas. É só lembrarmos de tantos fiéis que sofreram, como Jó, Paulo, João Batista e até Jesus, o próprio filho de Deus. Ao invés de preocuparmos em ter uma vida perfeita nessa Terra deveríamos nos ocupar em ser semelhantes a Jesus, assim tudo faria mais sentido!
“Ocorreu-me, enquanto lia os Evangelhos, que, se todos nós da Igreja gastássemos nossas vidas tal como ele fez ministrando aos doentes, alimentando os famintos, resistindo aos poderes do mal, consolando aqueles enlutados e levando as Boas Notícias de amor e perdão então talvez a pergunta "Deus é injusto?" não fosse feita hoje em dia com tanta urgência.”

Título: Decepcionado com Deus
Autor: Philip Yancey
Editora: Mundo Cristão

Número de Páginas: 285

0 comentários:

Postar um comentário